Voltar a Detalhes do Artigo COMPANHIAS DE AZULEJADORES E DE PINTORES DE AZULEJOS ACTIVAS EM LISBOA ENTRE 1757 E 1773: NOVOS CONTRIBUTOS PARA O ESTUDO DA PRODUÇÃO DE AZULEJOS NO PERÍODO POMBALINO Transferir Download PDF