JANELAS E PORTAS DA RESIDÊNCIA E ADMINISTRAÇÃO DOS GOVERNADORES DO GRÃO-PARÁ: O MOVIMENTO DAS IMAGENS EM ANTÔNIO JOSÉ LANDI

  • Mateus Carvalho Nunes ARTIS - Instituto de História da Arte, Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa, Portugal
  • Elna Andersan Trindade Faculdade de Arquitetura e Urbanismo e Faculdade de Conservação e Restauro, Universidade Federal do Pará, Brasil
Palavras-chave: Antônio José Landi; Belém; História da arquitetura; Movimento das imagens; Aby Warburg

Resumo

Investiga-se neste trabalho, a partir de uma perspectiva trans-histórica, como o arquiteto bolonhês Antônio José Landi (1713-1791) manejou modelos de matrizes ornamentais italianas de diferentes temporalidades e tradições estilísticas em seus desenhos para os projetos da Residência e Administração dos Governadores do Grão-Pará entre 1759 e 1767, na operação imagética de seu pathosformel. O trabalho analisa uma pequena seleção de duas pranchas que contêm desenhos de portas e janelas em elevação, executados por Landi no Brasil, parte da coletânea de desenhos dos projetos para a edifi cação, em comparação com 50 gravuras executadas como exercício profi ssional do arquiteto na Itália. Estas gravuras compõem um conjunto de imagens feitas a partir de desenhos de artistas italianos de destaque nos séculos XVI a XVIII, imagens sobreviventes que Landi escolheu ativamente como suas próprias referências a serem manejadas para constituição de sua própria identidade projetual.

Publicado
2019-12-26
Como Citar
Nunes, Mateus, e Elna Trindade. 2019. JANELAS E PORTAS DA RESIDÊNCIA E ADMINISTRAÇÃO DOS GOVERNADORES DO GRÃO-PARÁ: O MOVIMENTO DAS IMAGENS EM ANTÔNIO JOSÉ LANDI. ARTis ON, n. 9 (Dezembro), 26-43. http://artison.letras.ulisboa.pt/index.php/ao/article/view/237.
Secção
ARTIGOS