IGREJA DE SANTA ENGRÁCIA, EM LISBOA: QUATRO CONTRATOS DE OBRAS DO SÉCULO XVII NÃO TOTALMENTE CONHECIDOS

  • Clara Moura Soares ARTIS – Instituto de História da Arte, Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa, Portugal
  • Lina Oliveira CLEPUL, Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa, Portugal
Palavras-chave: Igreja de Santa Engrácia; Arquitetura; Arquitetos e Mestres pedreiros; Contratos notariais; Século XVII

Resumo

O objetivo primeiro desta breve nota de investigação consiste em difundir a transcrição paleográfi ca integral de quatro contratos de obras relativos à Igreja de Santa Engrácia, em Lisboa. Datados do século XVII, entre 1606 e 1678, remetem para uma cronologia que antecede a atual igreja barroca, cuja construção se iniciou em 1682, facultando informação inestimável sobre as características das edifi cações que, no mesmo lugar, foram anteriormente consagradas a Santa Engrácia. O teor dos documentos, cuja grafi a se apresenta de leitura muito difícil, apenas foi parcialmente usado pelos autores que a eles se referem. A sua compreensão, facilitada pela transcrição paleográfica integral, é sustentada por uma breve introdução crítica que permite contextualizar os factos, trazendo novas luzes sobre a atribulada história da Igreja de Santa Engrácia, em particular, nos períodos da União Ibérica e da posterior Restauração da Independência.

Publicado
2019-12-26
Como Citar
Soares, Clara, e Lina Oliveira. 2019. «IGREJA DE SANTA ENGRÁCIA, EM LISBOA: QUATRO CONTRATOS DE OBRAS DO SÉCULO XVII NÃO TOTALMENTE CONHECIDO»S. ARTis ON, n. 9 (Dezembro), 153-70. https://doi.org/https://doi.org/10.37935/aion.v0i9.247.
Secção
VARIA