COLECCIONISMO E INTEGRAÇÃO DE PATRIMÓNIO MONÁSTICO EM PORTUGAL NO INÍCIO DO SÉCULO XX A COLECÇÃO JOSÉ RELVAS

  • Fernando Grilo ARTIS – Instituto de História da Arte, Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa
Palavras-chave: Colecionismo, Património Monástico, José Relvas, Casa dos Patudos - Museu de Alpiarça

Resumo

O presente estudo pretende discutir, com base em documentação inédita do arquivo pessoal de José de
Mascarenhas Relvas (1858-1929), o modo como o colecionador integrou na sua colecção de obras de arte um
conjunto de peças provenientes do património monástico português e que integram a exposição permanente
da Casa dos Patudos – Museu de Alpiarça. Como o fez, com que intuito e, principalmente, com que paixão as
estudou e integrou na sua vivência quotidiana, são algumas das questões que desejo estudar, recorrendo às
informações que o seu inesgotável arquivo pessoal vai revelando e a um conhecimento cada vez mais alargado
da coleção.

Publicado
2016-10-02
Como Citar
Grilo, Fernando. 2016. COLECCIONISMO E INTEGRAÇÃO DE PATRIMÓNIO MONÁSTICO EM PORTUGAL NO INÍCIO DO SÉCULO XX A COLECÇÃO JOSÉ RELVAS. ARTis ON, n. 3 (Outubro), 173-85. http://artison.letras.ulisboa.pt/index.php/ao/article/view/89.
Secção
CAP. II - PRIMÓRDIOS DA MUSEOLOGIA EM PORTUGAL